Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Meu País das Maravilhas

Partilhas de uma mãe que adora escrever e mostrar o lado bom da vida!

O Meu País das Maravilhas

Partilhas de uma mãe que adora escrever e mostrar o lado bom da vida!

Pelas Ruas de Loulé

Loulé é a minha terra natal, a minha paixão por esta cidade é infinita, mas hoje em dia Loulé é mais do que isso. Apesar de ser sede de um concelho que vai desde a fronteira com o Alentejo até ao mar, fica por vezes esquecida para quem visita o Algarve. 

IMG_8302.JPG

Faço, por isso, um convite a todos para virem  conhecer esta linda cidade. Percorrer as ruas de Loulé, por esta altura do verão,é um desafio cheio de surpresas, cores, sons e cheiros.

Se for num sábado de manhã tem ainda mais encanto! O Mercado Municipal (https://www.facebook.com/mercadodeloule/), existente desde 1908, enche-se para receber louletanos e turistas. Alguns de alcofa na mão percorrem a calçada portuguesa para fazer as compras de legumes e frutas frescas. Escolher o melhor peixe fresquinho pela manhã, comprar oregãos para o "ares-a-molho", azeitonas, requeijão, chouriço, figos e pão caseiro são alguns dos prazeres de quem vive em Loulé.

received_10155702479761134.jpeg

Nas laterais do mercado, existem várias lojas tradicionais com artesanato, produtos locais e biológicos, como é o caso da Mercearia Mourisca (https://www.facebook.com/mercearia.mourisca/).

received_10155702479586134.jpeg

Para fugir um pouco do calor, desce-se um pouco até ao mítico Café Calcinha (https://www.facebook.com/cafecalcinha/), onde outrora António Aleixo escrevia os seus poemas. Bebe-se um café e come-se um folhado de Loulé.

 

received_10155702495511134.jpeg

received_10155702495461134.jpeg

Desce-se mais um pouco e estamos no Castelo de Loulé. Com a bandeira portuguesa no alto da sua muralha, guarda segredos e lendas! 

 

received_10155702479521134.jpeg

Na rua do castelo, fazemos uma visita à Oficina dos Caldeireiros, onde ainda hoje se pratica uma arte secular, a arte de trabalhar o cobre. Cataplanas de todos os tamanhos existem nesta casa. 

received_10155702479731134.jpeg

Pelo caminho, ouvimos um som muito peculiar e conhecido para todos os  louletanos. É o último amolador de Loulé com a sua flauta. Amola facas e tesouras há várias dezenas de anos e espalha uma melodia encantada por toda a cidade.

Fui encontrá-lo junto à loja I Love Loulé (https://www.facebook.com/iloveloule/)! Uma loja do comércio local com vários artigos de decoração e artesanato. A proprietária faz questão de manter vivas as tradições louletanas e têm orgulho em tudo o que faz parte deste concelho. Lá  é possivel trazer uma concha ou buzio apanhados pela própria dona da loja nas praias algarvias e conservados em resina para enfeitar colares.

received_10155702500121134.jpeg

 Regressando pela Rua das Lojas, onde também o sol é tapado por panos coloridos, vamos espreitando o comércio local de confeção, artesanato, cerâmica, bijuteria, entre outros.

received_10155702516596134.jpeg

Para fugir ao calor, fazemos um desvio pelas ruas estreitas da zona histórica. Passamos pelas bicas velhas, pelos banhos islâmicos e vamos encontrar a Casa da Empreita. Artesanato típico da região que faz as maravilhas de louletanos e turistas. Desde tapetes, candeeiros a malas, alcofas e artigos de decoração que vão ao encontro até da moda atual.

received_10155702466326134.jpeg

received_10155702466481134.jpeg

received_10155702466526134.jpeg