Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Meu País das Maravilhas

Partilhas de uma mãe que adora escrever e mostrar o lado bom da vida!

O Meu País das Maravilhas

Partilhas de uma mãe que adora escrever e mostrar o lado bom da vida!

Hortênsias ou Novelões

Hortências, hidrângeas ou novelões é o nome dado às lindas flores que preenchem as bermas das estradas açorianas. A expressão «novelões», ou ainda «novelhões» é um regionalismo da língua portuguesa utilizado pelos micaelenses principalmente.A beleza destas flores encanta todos os que visitam São Miguel por altura da primavera e verão.

julho nordeste 2017.JPG

Chega o mês de Maio e as estradas da ilha enchem-se de arbustos verdes, de onde começam a brotar as primeira flores que passam por várias cores e embelezam de uma forma inacreditável.

arbustos hortensias estrada.jpg

Em Portugal Continental, principalmente, no norte do país são também conhecidas como hidrângeas. São plantas que gostam de clima húmido. De nome científico Hydrangea macrophylla, este arbusto é originário do Japão. Terá sido introduzido provavelmente por meados do séc. XIX. Além do seu grande interesse ornamental, começou por ser usada com a tradicional função de sebe viva na compartimentação de terrenos.

IMG_2618.jpg

Claro que na ilha mais verde dos Açores não podiam faltar. Servem muitas vezes, para dividir pastagens e terrenos.

Ao longo dos anos, a hortência tornou-se imagem de marca do Arquipélago dos Açores e tem sido utilizada como imagem turística por todo o mundo. Os micaelenses também utilizam muito estas flores para enfeitar os tapetes das procissões.

tapetes de hortensias.jpg

 As sebes floridas de azul e branco são são espécies infestantes. Não admira, portanto, que tenham sido um dos principais agentes da sua disseminação o Homem, apesar da sua beleza. No entanto, graças à sua habilidade competitiva, reproduzindo-se por semente e vegetativamente, escapa frequentemente colonizando pastagens, ravinas e crateras onde a vegetação natural tenha sido perturbada.

IMG_2091.jpg

Existe até já um negócio de exportações destas flores dos Açores para a Europa. Num artigo de jornal desta semana, vem uma reportagem sobre esse mesmo negócio. «O processo da apanha das hortências começa na última semana de Agosto, mas o forte das colheitas acontece nos meses de Setembro e Outubro», refere o empresário Ângelo Duarte no Atlântico Expresso. Com sede na Horta, esta empresa açoriana exporta para países como a Alemanha, Itália e Espanha.

Em jeito de curiosidade, refira-se que caso a planta não faça floração é sinal de que, ou não apanhou sol suficiente e esteve exposta a temperaturas demasiado baixas, causando a morte dos botões de flores, ou não foi podada na altura certa.

6.jpg

As flores, muito atrativas e abundantes em São Miguel, podem atingir tonalidades rosadas e roxas, sendo para mim as mais bonitas. No mês de Agosto, pode-se atingir a uma explosão de cores pelas estradas e recantos micaelenses. Nas Sete Cidades e Furnas existem em maior abundância, mas podem-se encontrar em quase todos os cantos da ilha.

As hortênsias eram as flores de eleição para o meu casamento, mas como se realizou no Algarve em Junho, e por essa altura não era possível trazê-las dos Açores, por azar decorria também nesses dias uma greve dos camionistas que traziam as flores da Holanda, o que impossibilitou a realização desse meu desejo. Juntamente com a florista optámos por subistituir pelas orquídeas japonesas e agapantos.

flor lilas casamento.jpg

 Aqui ficam alguma fotografias tiradas, por mim própria, em anos diferentes e alturas distintas:

11949285_10153144763896134_5957013787122012572_n.j

Sete Cidades, Agosto de 2017

Agosto 2017 sete cidades.jpg

Nordeste, Setembro de 2017

setembro nordeste.jpg

setembro 2017.jpg

Nordeste, Julho de 2017

julho 2016.JPG

Lagoa, Junho de 2017

junho 2017.JPG

Alice hortensia.jpg

IMG_3838.JPG

 

 

 

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.