Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Meu País das Maravilhas

Partilhas de uma mãe que adora escrever e mostrar o lado bom da vida!

O Meu País das Maravilhas

Partilhas de uma mãe que adora escrever e mostrar o lado bom da vida!

O Primeiro Dia

O dia 7 de Setembro de 2010 foi o primeiro dia de escola (creche) da minha Alice. Tenho esse dia muito bem registado na minha memória. Ainda tenho fotografias dela em Oliveira de Azeméis a sair de casa com a sua mochila às costas pronta para uma nova aventura.

47917_427289701133_355349_n.jpg

O que ela não sabia, nos seus inocentes 16 meses, era que ia ficar longe dos pais. Deixei-a na sala com a nova educadora e assim que sai de lá, ouvi-a chorar e as lágrimas correram-me pela cara abaixo. Depois de almoçar fui buscá-la para não ser muito grande o choque logo nos primeiros dias. Como não estava a trabalhar na altura tinha a possibilidade de fazer isso. Então, a primeira manhã tinha sido um pouco dura. A Alice não quis almoçar nem dormir a sesta.

No segundo dia, lá a deixámos de novo e voltámos para casa com aquele aperto no coração, mas ao mesmo tempo com a certeza que ela se iria habituar e com o passar do tempo iria gostar daquele novo sítio. Nesse dia só fui buscá-la às 16 horas e quando cheguei estava a chorar. Soube tão bem vê-la a correr para os meus braços e reconfortá-la. Ao terceiro dia, quando cheguei à sua sala estava super bem disposta, mas quando viu a «mamã» e o «papá»  começou a chorar...

Enfim, os primeiros 15 dias foram dolorosos, mas penso que o foram mais para nós pais do que para ela. Percebemos, depois, que a melhor estratégia era o pai ir levá-la à creche de manhã, porque ele tinha o dom de conseguir deixá-la, dizer adeus e virar as costas sem fraquejar. A parte boa de ir buscá-la ficava a meu cargo.

Actividades no recreio (7).JPG

 

O primeiro ano de escolinha acabou por passar rápido e correr muito bem. A Alice fez novos amigos, adorava a educadora e as auxiliares e evoluiu imenso, principalmente no falar e na interação com outras pessoas.

Sabe tão bem nas datas especiais trazermos para casa um miminho feito por eles e ir guardando no nosso baú das recordações para sempre! As primeiras festas de natal, o dia do pai e da mãe, a primeira festa de encerramento do ano lectivo. Tudo tem um sabor especial!

 

Actividades no recreio (12).JPG

 

Mas, a Alice com apenas 6 anos, já tinha passado por cinco escolas diferentes. Começando por Oliveira de Azeméis, passando por Arouca, Chaves e Loulé, e terminando na Lagoa, São Miguel, onde está até hoje. É impressionante a capacidade de adaptação que teve para passar de um ambiente para outro com a maior naturalidade. Gostou de todas as salas onde esteve, guarda com carinho cada professora e auxiliar que a acolheu e, ainda hoje, se lembra do seu primeiro namorado, o Afonso.

O primeiro dia de escola dos crescidos foi o ano passado. A escola era a mesma do pré-escolar, os coleguinhas quase os mesmos, a sala era só subir as escadas, a professora é que era nova. Simpática, meiga e atenciosa logo cativou a Alice. O 1º ano é cheio de desafios, aprender a ler e fazer contas são tudo novidades para cabecinhas tão pequeninas. Mas, correu tudo bem, conforme o previsto e sem percalços. A Alice já conhece as letras e os números todos e já consegue ler os seus livros de histórias de fadas e princesas que tanto gosta.

Chega agora um novo desafio, o 2º ano, que dizem ser mais puxado e uma verdadeira prova de fogo. Hoje, dia 14 de Setembro de 2016, deixei-a na porta da escola com a sua nova mochila, que ela própria escolheu. A Alice estava ansiosa por voltar a encontrar os seus amiguinhos e preparada para aprender coisas novas. A mãe continua com o mesmo aperto no coração como da primeira vez.

14169579_10153913107371134_242765489_n.jpg

 Já agora li há poucos dias um artigo interessante sobre «6 Dicas para Escolher a Mochila Escolar», no site http://www.olhepelassuascostas.com:

 

6 Dicas para escolher a mochila escolar

  1. A mochila deve ter alças largas, almofadas e ajustáveis.
  2. A mochila deve ter um cinto ajustável na cintura para ajudar a distribuir o peso.
  3. As costas da mochila devem ser almofadadas e devem estar o mais próximo possível das costas da criança.
  4. O tamanho da mochila deve ser do tamanho das costas da criança/jovem. Depois de colocada, a parte superior deve ficar imediatamente abaixo do pescoço e a parte inferior ao nível da cintura. Não se deve carregar a mochila num só ombro.
    A mochila com rodinhas deve ser utilizada em crianças que façam percursos longos a pé. Mesmo nestas mochilas é preciso ter atenção ao tamanho do cabo que puxa a mochila (a angulação do braço da criança para puxar a mochila não deve exceder os 30º).
  5. Na altura de arrumar os livros, o material escolar mais pesado deve ficar junto à coluna.
  6. O peso da mochila carregada com o material não deve ultrapassar os 10% de peso corporal.