Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Meu País das Maravilhas

Partilhas de uma mãe que adora escrever e mostrar o lado bom da vida!

O Meu País das Maravilhas

Partilhas de uma mãe que adora escrever e mostrar o lado bom da vida!

Folares Algarvios e Açoreanos

Em época de Páscoa o folar é rei! Podemos dizer que o folar se trata de um “pão” que durante esta festividade é tradicionalmente confecionado e varia segundo as diversas regiões do país. Quer isto dizer que existem folares para todos os gostos. 

Inicialmente chamado de folore, o bolo veio, com o tempo, a ficar conhecido como folar e tornou-se numa tradição que celebra a amizade e a reconciliação. Durante as festividades cristãs da Páscoa, o afilhado costuma levar, no Domingo de Ramos, um ramo de violetas à madrinha de batismo e esta, no Domingo de Páscoa, oferece-lhe em retribuição um folar.

folar algarvio.jpg

 Há uns dias tive a sorte de receber uma encomenda diretamente da minha terra, graças à minha «rica» mãezinha, que me consolou a alma e matou muitos desejos! Três folares algarvios que me trazem os sabores e cheiros da minha infância e me fazem matar saudades da minha terra. Compartilhei com as minhas amigas e colegas de trabalho açoreanos e foi «aprovadíssimo»!

Mesmo no Algarve existem variadas receitas de folares, uns mais secos, outros cheios de calda de açúcar e canela, uns com ovo, outros sem. Os que me mandaram foram comprados na conhecida pastelaria de todos os louletanos, «Amendoal», que fica situada mesmo no centro da minha cidade natal (Loulé). Quem visitar o Algarve nas férias não pode deixar de passar lá para provar os melhores bolos de amêndoas, alfarroba, figo, dom rodrigos e muitas outras delícias.

amendoal.jpg

e6aca309-9e41-496d-9889-77fb7baada93_LARGE.jpg

loule22.jpg

Mas, os folares algarvios mais conhecidos são os de Olhão ou folares de folha. São cozidos dentro de um tacho ou numa panela velha normalmente. Levam bastante banha/manteiga, açúcar e canela, com um travo a laranja e um pingo de medronho. Já fiz este folar na Bimby e ficou divinal!

folar de olhao.jpeg

Folar de Olhão ou Folar de folha

(receita retirada do blog http://figolampo.blogspot.pt/2009/03/folar-de-olhao-ou-folar-de-folha.html)


Ingredientes (para dois folares grandes): 1Kg de farinha, 50gr de fermento de padeiro, sumo de 2 laranjas, 1,5dl de água, 1 colher de café de sal, 125gr de banha, 125gr de manteiga, 1 cálice de aguardente.


Para as camadas: manteiga, açúcar amarelo e canela

 
(Modo Tradicional): Misture a farinha com a manteiga, a banha, o sumo das laranjas, a aguardente e a água com o sal. Desfaça o fermento numa pequena porção de água morna. Faça uma cova na farinha e coloque dentro o fermento diluído na água. Retire a farinha da periferia para o centro e amasse muito bem. Deixe levedar até dobrar o volume.

 

(Bimby): Coloque no copo a manteiga, a banha, o sumo das laranjas, o cálice de aguardente, o fermento e programe 1min, 37º, vel 5. Junte a água e a farinha e o sal e programa-se 20seg, na vel 6. Amasse depois 3min, na vel espiga. Deixe levedar até dobrar o volume.

 

Para fazer as camadas:
 
Tire bocados de massa do mesmo tamanho e faça pequenas bolas. Abra-as com o rolo da massa até ficarem circulares e planas, com cerca de 10 cm de diâmetro e 0,5cm de expessura. Unte generosamente com manteiga tachos de alumínio. Barre muito bem cada círculo com manteiga e polvilhe abundantemente com açúcar, um pouco de canela e umas nozes de manteiga. Vá sobrepondo os vários círculos uns por cima dos outros dentro do tacho (cerca de 5 camadas). Deixe levedar durante 3 horas coberto por um pano de lã ou até atingir o dobro do volume. Polvilhe a última camada com bastante açúcar e um pouco de canela. Leve a forno pré-aquecido a 190º durante cerca de 1 hora. Desenforme-os ainda quentes, ajudando a libertá-los do tacho com a ajuda de uma faca.

folarfolhado1.jpg

Deixo-vos aqui também uma receita daquele folar do Algarve da serra e do barrocal, onde ainda se mantêm muitas das tradições, retirada do blog http://marafacoesdeumalouletana.ligialaginha.com/culinaria-algarvia/o-que-os-algarvios-comem-folares-a-moda-antiga.

INGREDIENTES:

- 3 kg de farinha com fermento;

- 3 ovos;

- 2 kg de açúcar;

- 1 colher de banha de porco;

- 100 g de margarina;

- 1 l de chá feito com pau de canela, erva-doce estrelada e casca de limão;

- 1,5 l de leite;

- fermento fresco;

- sal q.b. 

PREPARAÇÃO:

Desfazer o fermento fresco num pouco de água. Amassar a farinha com o fermento, os ovos e o sal. Depois, trabalhar a massa juntando, pouco a pouco e alternadamente o leite e o chá ainda mornos. Deixar levedar abafando com um cobertor. Só depois se junta o açúcar, misturando bem. Por fim, coloca-se a massa em tachos ou pequenas panelas de alumínio bem untadas e enfarinhadas. Esperar mais um pouco, e colocar 1 ou 2 ovos com casca, ainda crus, na massa e levar a cozer em forno médio.

folares.jpg

Nos Açores, também existem várias receitas, mas a maior parte baseia-se nas receitas de massa sovada tradicional, à qual juntam vários ovos cozidos. Este ano, provei um folar da ilha do Pico e outro da Bretanha (zona norte da ilha de São Miguel), acompanhados por um copo de Chamarrita (um vinho abafado açoreano que faz lembrar vinho do Porto).

massa sovada.jpg

chamarrita.jpg

Para mim, todos os folares são bons, cada um à sua maneira. O que conta é a tradição, o carinho que neles são depositados e a Páscoa em família que simbolizam!